Escuta:

9 06 2008

Não vivas nesta terra à maneira de um hóspede
ou mesmo como veraneante através da natureza.
Vive neste mundo como se fosse em casa de teu Pai.
Acredita nas sementes, na terra, no mar.
Mas, sobretudo acredita na Pessoa.
Ama as nuvens, a máquina, o livro.
Mas, sobretudo, ama a Pessoa, Homem ou Mulher.
Sente a tristeza do ramo que seca,
do planeta que se extingue, do animal doente.
Mas, sobretudo, a tristeza desta humanidade sofredora.
Que todos os bens terrenos te proporcionem alegria.
Que as quatro estações te dêem o gosto de viver.
Mas, sobretudo, que o Homem teu irmão te ajude a crescer!

                                                            Nazim Hickmet
Ir. Maria dos Anjos, p. m.

irmanjosalves@hotmail.com

 

 

Anúncios